O super ex

Postado em 22 de nov de 2010 / Por Marcus Vinicius

Qualquer pessoa que já esteve em um relacionamento com outra pessoa que também já esteve em um relacionamento - eliminamos assim os primeiros beijos, primeiras transas, primeiros amores, primeiras separações, primeiras dores-de-corno - sabe que o seu (sua) atual possui pelo menos um desses seres misteriosos, amedrontadores e cheios de super-poderes: o (a) ex.

Uma mistura de bicho-papão com super-herói. Não importa o quanto você seja bom, na sua cabeça ele sempre será melhor. Não é que ele(ela) seja realmente melhor do que você, mas é que o diabo visto de longe sempre parece mais bem apessoado.

Qualquer um que já pegou o celular, bêbado, no meio da magrugada para tentar reatar com aquela ex-namorada neurótica, brigona, geniosa e que transformou seis meses da sua vida num inferno sabe do que eu estou falando: a distância e o tempo tornam tudo menos pior do que era na verdade.

E por saber disso, o medo dos "ex" geralmente ronda nossa cabeça. Afinal, é o nosso ronco que nossos atuais ouvem hoje em dia. São nossos maus-humores que eles aturam. É nossa família que os joga na piscina durante um churrasco. São nossos problemas que rondam suas vidas influenciando o seu dia-a-dia.

Da antiga relação sobram as fotos, as lembranças de viagens, de saídas, de bons momentos. Porque todo mundo tem essa tendência a super-valorizar o passado. Porque vocês acham que a gente pensa que a infância foi a fase mais feliz de nossas vidas? Simples: porque lembramos muito pouco dela.


Não digo que poder vagabundear o dia todo, ter seus pais para te sustentar, ter como maior preocupação ir bem na escola, entre outras delícias de ser criança possa ser tão ruim a ponto de precisar de uma maquiagem do tempo. Mas quem lembra dos castigos, das taboadas, dos colegas chatos tirando meleca durante as aulas de matemática, de comer quiabo debaixo de chinelada na hora do almoço, de não poder ir onde quiser, de ter hora pra chegar em casa? Convenhamos: a gente não gostava de nada disso.

Mas ainda assim o passado sempre parece melhor do que o presente e é exatamente aí, no passado, onde moram os ex. Por isso eles nos metem tanto medo.

Pra mim todo ex-namorado das minhas namoradas parecia mais alto, mais forte, mais bonito, mais interessante, melhor de cama do que eu. Mesmo que a menina me jurasse "sério, Marcus, ele era barrigudo, peludo que nem um macaco, bebia como um gambá e era grosso que nem um português dono de boteco", eu achava que ela só queria me fazer sentir bem e que na verdade até apreciava um Tony Ramos pinguço.

Se bobear até o Brad Pitt deve achar que o Billy Bob Thornton oferece alguma ameaça para ele, e que a Sra Jolie pode achar aquele jeitão de personagem do "Massacre da Serra Elétrica" mais sedutor do que o sex-symbol da América. Pensando bem, em se tratando da Angelina Jolie isso nem seria tão dificíl, mas voltando ao assunto...

Depois de algum tempo aprendi a desencanar sobre isso, afinal, quando você passa dos 20 é impossível arrumar alguém que seja ex-namorado-free e você também terá seus fantasmas particulares para assombrar a vida da sua atual namorada.

E a coisa funciona do mesmo jeito: você pode jurar pra ela que sua ex tinha culotes tão grandes que parecia um dedão com joanete, que era intransigente, barraqueira, fã do Katinguelê e que você só ficou com ela tanto tempo porque sua sogra (que era delegada) te ameaçava de morte, que ainda assim ela vai sentir ciúmes e uma certa insegurança.

Tudo bem que alguns ex contribuem para o desconforto telefonando constantemente, aparecendo de repente, seguindo na rua, espreitando atrás de postes, enviando fotos de sunga por SMS, mas quem está livre de se deparar com um psycho na vida?

Parecem aqueles bonecos João Bobo, que por mais que você tente socar e mandar para longe, acabam aparecendo de novo para pedir um livro emprestado, convidar para o aniversário da irmãzinha fofa de 6 anos ou então um deles liga pra perguntar se sua namorada lembra onde ele guardou aquele CD do Depeche Mode que eles ouviram durante uma viagem à Cabo Frio há 5 anos atrás.

Porque ex-chato é assim: arruma sempre um motivo para aparecer.

Mas a menos que seu par atual esteja contigo porque te deve uma grande quantia em dinheiro, porque está esperando que você doe um dos seus rins para ela ou então porque sua mãe é delegada e a ameaça de morte, a explicação mais plausível para ela estar contigo é bem simples: ela quer e por alguma razão te acha o melhor pra ela.

E se ela acha isso, porque logo você vai contestar? Melhor não faze-la pensar duas vezes e descobrir que pode estar fazendo uma besteira.

Aproveite.

11 Comentários:

Danni Rosa postou 22 de novembro de 2010 09:54

É só fazer como eu, case cedo e esses fantasmas não existirão, alguma vantagem eu teria que ter não é?!

Maisa postou 22 de novembro de 2010 09:57

Humm... dois posts mencionando ciumes assim... Sera que o Marcus anda com ciumes?? rsrsrs

De qq forma bem legal o texto...

Bjokas

Gabrielle Naparo postou 22 de novembro de 2010 09:58

Olha Danni, eu casei cedo, mas o problema é que meu marido é 11 anos mais velho! AIUSHIUASH O que me deixa tranquila é que eu sei que sou 11 anos mais jovem que a ex mulher dele, e isso significa que sou mais linda, gostosa e culta do que ela! Olhar-se no espelho e dizer todos os dias: "- Bom dia, coisa linda!", já é um ótimo começo pra espantar esses fantasmas! ;D

Bianca Pimenta postou 22 de novembro de 2010 10:00

Fato, ex bom é ex abduzido.

Anaísa postou 22 de novembro de 2010 10:02

Belo texto!

Anônimo postou 22 de novembro de 2010 10:04

Ser assombrado por algum ex tem muito mais a ver com nossa insegurança e por vivermos numa sociedade competitiva, em que temos sempre de nos superar e tentarmos ser os melhores entre os melhores, do que com a realidade do que significaram esses antigos relacionamentos.
Até porque, hoje em dia, existe uma palavrinha muito usada, um sentimento muito propalado, mas inexistente no coração, chamado amor. E quando não há, não houve amor verdadeiro, os/as ex não passam de um conjunto de bons e maus momentos que ficaram no passado, algo que, uma vez que estejamos engatados em outra relação, a gente nem lembra mais. E se, por acaso, nos deparamos com alguém que amava de verdade e que, por isso mesmo, tenta reatar, sofre, muitas vezes comete erros, vinganças bobas,balança entre o amor e o ódio, ainda é chamado de ex psicótico, de doente, alguém que precisa se tratar.
A verdade pura e simples é que o amor verdadeiro se tornou tão raro, tão fora da normalidade, que desacostumamos dele. É mais fácil permanecermos em relações superficiais ou então, de fingirmos amar, nos convencermos que amamos, até sobrevir o enjôo inevitável e a troca por outro " amor eterno".

Maraguary postou 22 de novembro de 2010 10:04

KKKKKKKKKKK!!! E eu aqui achando que esse problema era só meu!!!! De minha parte, penso que todos os Ex e "EX'as" deveriam ir direto para a Antártida!!! Amei o post (só pra variar!!!!!)

Tuka Siqueira - Ktralhas postou 22 de novembro de 2010 10:11

A m* toda é a tal da memória seletiva, que nos faz esquecer tudo o que era ruim e lembrar só das coisas boas...
Mas concordo com a Biana, ex bom é ex abduzido.

Abraços e boa semana!

Carla postou 22 de novembro de 2010 19:28

Marcus,
Parto do seguinte pensamento :
Se Ele quer minha companhia, gosta dos meus carinhos, está sempre por perto, me procura, sabe de mim, comigo que gosta de viajar, de dormir, de estar ... Acredito que a ex dançou a muito tempo.
Mentira !!!
Moooorro de ciúme e medo da ex reaparecer das cinzas !!!

Bjs

Nilo postou 23 de novembro de 2010 19:42

Tenho uma ex namorada que tem medo de mim. Vivemos certas aventuras que ela tem medo que eu possa contar e, como todo bom ex namorado, tiro minhas vantagens disso. Mas tenho um baita medo de que o ex de alguma futura namorada minha seja como eu sou com ela. Por isso entendo muito bem o seu texto.

Anônimo postou 8 de setembro de 2012 08:33

OLHA EU SAI DE UMA RELAÇÃO ONDE HOUVE AGRESSÃO FÍSICA E PSICOLÓGICA E ´NÃO SAIO DE CASA SÓ SAIO COM AMIGOS COM MEDO DELE APARECER!!!E ONTEM ELE APARECEU ESTAVA C 2 AMIGAS E 1 AMIGO QUANDO ELE CHEGOU E DISSE ALTO NUMA PIZZARIA DE NOME LOTADA ASSIM:"AGORA SEI O LIXO QUE VC É!!!SUA VADIA!!VAGABUNDA E SAIU GRITANDO!!!"NUNCA PASSEI TANTA VERGONHA MAS NÃO PERDI A ESPERANÇA DE UM DIA ELE SUMIR E APARECER UM HOMEM DESCENTE PARA QUE EU POSSA CONSTITUIR UMA FAMÍLIA...VIVI C ELE MOMENTOS BONS E RUINS MAS NÃO CONSIGO ARRUMAR OUTRA PESSOA TALVES POR MEDO DA REAÇAO DELE!!OS AMIGOS 80% NÃO SAI MAIS COMIGO PQ TEM MEDO DELE APARECER E FAZER PASSAR VERGONHA...É ONDE ESTOU C UMA BAIXA ESTIMA E SEM RUMO...UM ABRAÇÃO A TODOS!!AMEI O BLOG!!!

 
Template Contra a Correnteza ® - Design por Vitor Leite Camilo