Mulher de bigode, quem é que pode?

Postado em 15 de out de 2010 / Por Marcus Vinicius

Um amigo contou que estava num supermercado quando viu uma menina de uns 12 anos, com uniforme de colégio particular, fazendo compras com a família e ostentando um bigode maior do que o do pai.

A indignação dele é porque a mocinha era de família de posses, dado o uniforme do caro colégio, e ainda assim lá estava na sua face o buço monumental, que até então associava à mulheres de menos posses. Inconformado, lançou-me a pergunta: porque mulheres de bigode não depilam, raspam, tosqueiam, arrancam, queimam aquela coisa?

Resolvi me unir a ele na pergunta e indagar: porque mulher de bigode não raspa aquilo?

Mas aí lembrei de outras coisas inexplicáveis, outros erros de projeto nos seres humanos que eles não fazem questão alguma de corrigir, como pêlos nas orelhas e as horrendas monocelhas e novamente pergunto: porque ninguém faz nada a respeito?

É como se um arquiteto entregasse a obra da sua sala e te avisasse: "olha, esse bidê ficou no lugar da mesa de centro por um errinho de projeto", e você respondesse: "tudo bem, pode deixar ele aí". Porque convenhamos, pêlos nas orelhas, no centro da testa ou uma verruga na ponta do nariz equivalem a um bidê no meio da sala de estar, no entanto existem pessoas que parecem não ligar pra isso.

Veja aquela verruga na testa da Sabrina Sato, tenho certeza de que ela não faria a menor falta, mas aí lembro que a Sabrina Sato tem todo o resto e, bem, o que é uma verruguinha, não é mesmo? Mas caso você não tenha os demais acessórios de fábrica que vem junto com a Sabrina, mas tenha dado a sorte de conseguir a verruga na testa, procure um cirurgião-plástico, um açougueiro ou um pai-de-santo urgentemente.


Mas voltando às mulheres de bigode, pode ser que não tenha alguém em casa que as avise, que durante o café da manhã vire e fale: "me passa a manteiga e faz o favor de raspar esse buço ridículo, por gentileza?".

Digo isso porque às vezes saio e encontro pessoas tão mal vestidas que só posso concluir que se vestiram durante um tornado, pegando peças de roupa a esmo na ventania, que escolheram as roupas no escuro ou então que ninguém avisou: "olha, essa roupa está ridícula".

É igual o mito popular do "careca cabeludo". Sabe aqueles caras que estão ficando carecas e pra compensar deixam o que sobrou crescer e fazem um rabo de cavalo estilo último samurai? Pois é. A ausência de cabelos na parte superior da cabeça transforma aquele cabelinho comprido no entorno da calota craniana numa espécie de mullet virtual. Tem o rabo, falta a franja.

Homens de peruca são a mesma coisa. Tirando eles e a pessoa que vendeu a peruca, todo mundo sabe que aquilo ali não é discreto, que não é "a mesma coisa que cabelo natural" e que instantâneamente todos detectam: "olha lá o careca de peruca!".

Talvez o mesmo se dê com buços, monocelhas e orelhas reflorestadas. 

Já pensei até na hipótese de existir alguma tribo que considere que um homem com uma sobrancelha em forma de gaivota no meio da testa seja mais viril e apto a alçar altos vôos, ou que mulheres de bigode sejam mais férteis e menos propensas à infidelidade conjugal - o que jogaria por terra todas as piadas envolvendo cornos portugueses e, juntamente com a descoberta da cabeça do bacalhau, destruiria todas as lendas daquelas terras além-mar - mas após extensa procura no Google e vários emails enviados para antropólogos de todo o mundo ainda não foi provada a existência de tais tribos e crenças.

Sei que, por via das dúvidas, já abri uma caderneta de poupança para juntar uns trocados e garantir minhas idas à uma clinica de depilação ou ao cirurgião-plástico caso a passagem dos anos faça aparecer algum bidê na minha cara ou dedo na minha testa.

Mas a pergunta permanece intacta: porque essas pessoas não fazem o mesmo?

12 Comentários:

Rodrigo postou 15 de outubro de 2010 09:55

Hahaha. Muito bom cara!
Achei o máximo seu ponto de vista. E até concordo com o que você disse.
Poxa, é tão simples cuidar um pouco da aparência, por uma roupa legal, fazer um corte de cabelo, raspar o bigode e arrancar dali qualquer "bidê" que insista em aparecer. Parece que eles nao tao nem ai, ou querem que alguem os questione e eles insistam em defender seu argumento de que "seu padrão de beleza é diferente do meu", "sou diferente" e coisa e tal.
Enfim, cuidar um pouco de si é bom, não machuca ninguém.

Muito bom ^^

Amanda Dantas. postou 15 de outubro de 2010 09:59

Depois de ler tua dissertação, a primeiro coisa que fiz foi: Agradecer por não nascer com nenhuma dessas 'qualidades' - banhada de ironia!
É realmente de se preocupar o porquê da pessoa que tem um dedo na texta - usando suas palavras- não se incomodar com isso. O bigode então... Não preciso nem falar. Vou poupar dedos... Mas é isso aí, viva a sociedade que tem, ou melhor, não tem esses atributos. (:

@amaandissima

Ju Mimura postou 15 de outubro de 2010 10:20

Pra menina de 12 anos dou um desconto, logo logo as coleguinhas da escola começarão a comentar e ela então, mesmo sem o incentivo da família, dará um jeito...

Pelos, para que tê-los?

Da monocelha, por exemplo, um amigo meu só tomou as providencias aos 28! Hj as sombrancelhas estão tortas, mas a mono foi extinta... Algumas pessoas são mais resistentes as "mudanças" mesmo... rs

Quanto as vestimentas... paciência.. (mau) gosto é que nem *

Adorando os posts!!!

Anônimo postou 15 de outubro de 2010 10:25

Muito bom veio, Senssacional!! Mulher de bigode realmente nem o capeta pode! O pior eh q esse povo parece não ter acesso a um espelho,ou prefere nem ver tao desgraça!

Blog da Marcinha postou 15 de outubro de 2010 11:06

Um dia uma mulher obesa com cabelo que começava no meio da testa cultivava um soberbo bigode pelos gigantes nos braços outros tantos nas pernas mal vestida cabelo lambido de dias e o marido dela usava aliança e a abraçava com um amor e carinho que meu marido que me ama não fazia a algum tempo. Fiquei pensando no porque daquilo , num país em que qualquer outro homem se negaria a sair com aquele monstro. Até hoje me pergunto o que ela tinha que eu não tenho? Só posso pensar numa conta extraordinária no banco...

@miralimoeiro postou 15 de outubro de 2010 11:31

HAHAHAHA! Passo mal com seus textos!
Seu senso de humor é perfeito!
Mas, como já foi dito acima, a criatura tinha por volta de 12 anos!
Num mundo onde a sexualidade de CRIANÇAS é incentivada por todos os meios de comunicação, é um milágre (por mais feio que seja), uma menina que ainda não se preocupe em chamar a atenção dos outros!
Também acho que a própria vida vai alertá-la do ridículo visual que tá passando!
E pros conscientes dessas aberrações, fazer o que?? Tem gente que acha bonito ser feio! :P

Vitão postou 15 de outubro de 2010 12:21

KKKKKKKKKKKKKKKK

Sensacional, MV!

Fez eu lembrar de um segurança de repartição que eu conheci. Os pelos na orelha eram maiores que os cabelos, e o safado dizia que "é charme, mulambo".

Vai entender, tem gente que acha o máximo ser feio. Eu sempre luto contra minha feiúra, mas vai fazer o que né.. kkkk

Tuka Siqueira - Ktralhas postou 15 de outubro de 2010 13:10

É difícil mesmo de entender, mas tem certas pessoas que simplesmente não se importam com a aparência a esse ponto ou aprendem a "gostar" de seus pequenos defeitos e os cultivam como um símbolo de que são especiais. Taí, talvez essa seja a explicação!

Abraços

Nancy postou 16 de outubro de 2010 04:39

Oi Marcus!!! Como é bom no meio de tanto "OMG!", "Hoje estou muito puto", "Eu odeio Justin!", encontrar vida inteligente no twitter!!! Venho buscando isso, sem muito sucesso!!! Adorei seu blog! É muito divertido, leve! Quanto ao bigodinho, acho uma pena os pais não orientarem, às vezes até propositalmente. Nessa idade, adolescentes costumam ser cruéis e o bullyng com certeza se instala... Pode ter certeza que farei visitinhas por aqui! Um abração e fique com Deus!

Anônimo postou 16 de outubro de 2010 18:03

A causa de algumas mulheres terem bigodes são problemas hormonais, então fica complicado julgar. Muitas vezes o preço a se pagar para se livrar do bigode é fazer tratamentos hormonais que muitas vezes geram outros problemas, como aumento de peso, acne, e até o bom e velho "mau-humor da TPM" em tempo integral, sem falar em câncer de útero. No caso da menina de 12 anos, pode ser um problema hormonal passageiro, na minha humilde opinião seria absurdo depilar o buço dela com essa idade. Correndo o risco de parecer "piegas", se fosse minha filha eu ensinaria o conceito de "beleza interior" e autorizaria a depilação quando ela fosse mais madura e tivesse condições de julgar oq é bom pra ela. Pra terminar, não acho q ninguem GOSTE de ser feio, não acho que as pessoas não se importem, acho q sempre existe alguma coisa oculta q faça essa pessoa se comportar assim. Esse post foi só um desabado supercifical seu sobre o assunto.

Gustavo Ca postou 17 de outubro de 2010 09:27

E mulher de costeleta, já viu? Pois é. Tbm me uno à questão do início do post.

Ri alto com a "sobrancelha em forma de gaivota". Tbm acho que qualquer um que tenha as sobrancelhas unidas tem a permissão do universo inteiro para separá-las.

Anônimo postou 8 de novembro de 2011 16:50

poxa isso e maxismo de+ e eu fico muito triste por que eu sou magrinha e todos dizem que eu sou linda os meus olhos sao lindos o meu cabelo o meu corpo e que sou uma pessoa super amiga confiavel e legal mas eles começam a olhar para a minha cara e começam a rir assim =kkkkkkkkkk e eu pergunto por que ta rindo e eles falam alto e sem querer VOCE TEM BARBA ISSO OS GAROTOS DIZEM E VIVEM DIZENDO VAI FAZER A BARBA,MULHER BABBADA E TEM UM GAROTO DA MINHA SALA O +LINDU GATO E FOFO MAS ELE SEMPRE DIZ PRA MIM MAS OLHANDO EM MEUS OLHOS E BEM ALTO VOCE TEM BIGODE E AS VEZES EU SINTO QUE NAO E POR MAU MAS OS GAROTOS DIZEM QUE EU SOU GATA GATA GATA MAS SEMPRE FALAM MULHER BABBADA E .....E EU FICO TRISTE POR QUE EU SOU NOVA PRA TIRAR E A MINHA MAE NAO LIGA PRA ISSO MAS AI EU FICO PENSANDO O QUE ADIANTA SER BONITA E COM BIGODES AI EU FICO SUPER TRIIIIIISTES E FICO PENSANDO O QUANTO ELES SAO MAXISTAS DE+ MESMO!

 
Template Contra a Correnteza ® - Design por Vitor Leite Camilo