Paranóia não é crime, porque se fosse...

Postado em 16 de abr de 2010 / Por Marcus Vinicius



Quando alguém é chamado de "macaco" é muito mais por fazer "macaquices" do que pela cor da sua pele. Existem macacos pretos, brancos, vermelhos e até dourados e nem por isso deixaram de votar num Dourado pra ser vencedor do BBB.

Racismo é idiotice, mas paranóia é pior ainda. Pelo direito de todos serem chamados de macacos!



Atenção: este post contém ironia. Antes de fazer um piquete no blog ou chamar o MP, pratique sexo, beba umas e relaxe.

2 Comentários:

Isabel postou 16 de abril de 2010 12:54

Excelente!!
E agora vem aí outra lei similar com relação aos homossexuais. Defendo que atos preconceituosos que violem os direitos das pessoas sejam punidos, mas punir com cadeia xingamentos é demais! Portanto, atenção: em breve, além dos macacos, os veados também sofrerão preconceito!! Pobres bichinhos...

Norman Bits postou 17 de abril de 2010 12:35

Toda vez que eu vejo uma notícia dessas no noticiário, devidamente acompanhada daquela típica expressao de desaprovação por parte dos âncoras dos jornais de tv, eu fico a perguntar aqui para os meus zíperes (minha roupa não tem botões):
- E se fosse o contrário? E se fosse o cara branco que tivesse sido ofendido? Ele iria na delegacia dar queixa de racismo? Haveria respaldo na lei no caso inverso? Hein? Hein? Hein?

 
Template Contra a Correnteza ® - Design por Vitor Leite Camilo