Se você soubesse o que os outros fazem na internet, só apertaria mãos usando luvas

Postado em 6 de abr de 2011 / Por Marcus Vinicius

Todo mundo tem seus segredos mais íntimos, algumas vezes embaraçosos, picantes e até sórdidos.

Já dizia o mestre Nelson que se cada um soubesse o que o outro faz entre quatro paredes, ninguém cumprimentava ninguém. Nem sei o que ele diria se vivesse hoje em dia e soubesse da existência do RedTube.

Atualmente não precisamos nem saber o que a pessoa faz no quarto, basta vasculhar o seu HD.

Nesse mundo de câmeras por toda parte e tecnologias invadindo nossa privacidade - em que outra época poderia existir coisas como o "Caiu na Net"? -  a gente nunca sabe quem pode estar bisbilhotando nossa vida digital.

Se antes um marido ciumento precisava contratar um detetive que seguiria sua esposa por dias e dias, tirando fotos e se escondendo atrás de árvores, hoje basta contratar um hacker e verificar o que tem dentro da pasta "C:\ users\ martinha\ desktop\ fotos\ diabão".

Em coisa de meia hora ele descobrirá se ela tem um amante ou se só está envolvida com rituais satânicos mesmo.

Todo mundo tem uma espécie de outra vida online. O nerd babaca que senta perto de você no trabalho pode ser o Morcegão, matador de monstros famoso e o primeiro do ranking de um desses jogos multiplayers. A loira boazuda que sobe todo dia com você no elevador e parece uma Patricinha de Beverly Hills pode virar a "Mistress Lilith", dominatrix e amante de gritos, chicotadas e cabras, vai saber.


E o curioso é que esses segredos digitais quase sempre envolvem sexo. Esqueça grupos neonazistas, manuais de instrução sobre como montar bombas artesanais, pirataria de músicas e filmes, encomenda de pílulas direto de Amsterdã, esqueça tudo isso, o que todo mundo faz escondido na internet é, basicamente, sacanagem mesmo.

Sabendo disso, você pode economizar tempo e dinheiro com detetives, questionários, fichas do Serasa e do SPC, prontuário policial e até medidas mais drásticas como torturas medievais ou sessões de waterboarding e concentrar esforços para saber o que tem guardado no HD da pessoa.

Não que isso seja bonito, não que isso seja legal, não que você deva fazer isso de verdade, mas provavelmente aquelas fotos de pessoas utilizando frutas de maneira pouco ortodoxa que você vai descobrir guardadas no computador do sujeito também sejam ilegais em algum lugar deste planeta.

Você só conhece mesmo alguém depois conhece o que ela guarda no computador dela. Tanto é que, pode notar, sempre que você for usar o computador de um amigo, ele vai ficar por perto, tomando conta, só pra garantir que você não fique curioso demais sobre o conteúdo da pasta "Irmãs dos Manos".

Todo mundo é assim? Não. Mas a grande maioria com certeza é.

E até saber quem joga em qual time, você nunca sabe se aquele senhor de cabeça branca que mora no apartamento ao lado do seu só usa a internet para falar com a filha que mora nos EUA e ver fotos dos netos, ou se ele aproveita que já está com a mão na massa e cultiva uma estranha fantasia que envolve indianos carecas, mulheres com cabelo no suvaco e pasta de amendoim, numa combinação que até hoje você não entendeu direito como funciona.

8 Comentários:

Roberta postou 6 de abril de 2011 06:11

Ótimo post, aliás o que você guarda no seu HD? C=

Nickolas postou 6 de abril de 2011 06:33

Bom post mesmo, alias, tudo ai é fato. Quase todo mundo tem um pornozinho guardado no hd, e se não tem, tem um atalho no navegador pra um site q tenha =D

Bruno Cruz postou 6 de abril de 2011 12:10

Cara, com os exemplos que você deu, eu só pude ficar imaginando o que VOCÊ tem escondido aí...

Brincadeira. Ótimo post, aliás! :D

Tuka Siqueira postou 6 de abril de 2011 14:26

Que atire a primeira pedra quem não tem nenhum segredo no seu HD...

Beijos

Gustavo Ca postou 6 de abril de 2011 17:05

Diabão, Morcegão, mas que repertório é esse.. haha..
Já disse o Millôr Fernandes: "Como são admiráveis as pessoas que não conhecemos muito bem." Ou no livro Clube da Luta: "Há uma série de coisas que não queremos saber sobre as pessoas que amamos." É lição aprendida por experiência própria: uma pessoa pode ser totalmente diferente do que aparenta, e ao conhecê-la um pouco melhor, o interesse desmorona pelo chão. Mas acho que justamente as esquisitices das pessoas (não necessariamente em sexo) são o que as tornam interessantes nos relacionamentos, seja amizade ou amor, dependendo de como vc as vê.

Rochelle Massinhan postou 7 de abril de 2011 06:43

Concordo contigo!
Agora já sei como conhecer melhor alguém heuehueh!
Irei começar pelo HD... =P

Rodrigo Santos postou 9 de abril de 2011 19:28

Cara.. dá medo imaginar essas coisas ASHAUSHASUAHS.
E se você descobrisse que sua namorada tbm tem essas fantasias?
não dá um aperto no coração?
AUSHAUSHAUS

Anônimo postou 17 de outubro de 2011 01:48

hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha....
Sem mais.

Roberta Riccchezza

 
Template Contra a Correnteza ® - Design por Vitor Leite Camilo