A Comissão

Postado em 8 de ago de 2011 / Por Marcus Vinicius

Todo mundo reunido no diretório (mas poderia ser sindicato ou partido ou clube ou assembléia ou qualquer outra reunião que tenha malas-sem-alça presentes) e eis que surge a proposta:

- Precisamos formar uma comissão!

- Mas qual o objetivo?

- Justamente isso, precisamos definir os objetivos dessa comissão primeiro.

- Tudo bem, vamos então formar uma comissão para decidir quais os objetivos da comissão que queremos formar, beleza?

- Beleza, mas como vamos escolher os membros da comissão?

- De qual das duas? Da comissão principal ou da comissão que vai decidir os objetivos da comissão principal?

- O da que vai decidir os objetivos, porque não adianta nada formarmos a principal sem saber pra que ela vai servir, não é?

- É verdade, então vamos primeiro formar a comissão do objetivo.

- Tá, mas como vamos formar essa comissão? Quem vai fazer parte dela?

- Não sei, a gente pode formar uma comissão que vai decidir como vamos escolher os membros da comissão que vai decidir os objetivos da comissão principal, é o caminho mais democrático.

- Isso é. Não podemos impor nada a ninguém.

- De forma alguma, inclusive a última vez que tentaram isso foi todo mundo parar na comissão disciplinar.

- Cruz credo, tenho pavor da comissão disciplinar, você chega ali e eles ficam anos ali votando resoluções, mas nunca concluem nada.


- Melhor não se meter com eles. Mas então, vamos formar a comissão que vai decidir como vamos escolher os membros da comissão que vai decidir os objetivos da comissão principal?

- Vamos sim, precisamos fazer isso pra ontem, senão essa comissão principal não sai e a gente não consegue lutar por nossos objetivos.

- Mas pera aí, se não formamos a comissão para definir os objetivos, como é que você pode já estar falando em lutar por eles? Tá querendo passar por cima dos companheiros da comissão do objetivo?

- Claro que não! Só dei um exemplo lúdico para ilustrar como precisamos correr para escolher os membros comissão que vai decidir os objetivos da comissão principal, porque senão saímos daqui sem decidir nada.

- Tá, mas quem vai fazer parte dessa comissão que vai decidir quem serão os membros da comissão que vai decidir os objetivos da comissão principal?

- Não sei, acho que só mesmo formando outra comissão...

- Porra, mas não temos gente pra preencher tantas vagas.

- Como não? Cadê todo mundo?

- Metade está ali dormindo, a outra metade foi embora pro bar.

3 Comentários:

FelipeBFontana postou 8 de agosto de 2011 09:24

democracia em demasia também atrapalha!

Isabel postou 8 de agosto de 2011 11:17

Ótimo!!

Ivana postou 8 de agosto de 2011 12:47

Retrato perfeito do assembleísmo que tomou conta dos diversos escalões de governo. Apareceu um problema? forme-se uma comissão, cujos membros geralmente não tem a menor intimidade com o assunto, remunere-se bem os membros, e esqueça-se definitivamente o problema, que jamais será resolvido

 
Template Contra a Correnteza ® - Design por Vitor Leite Camilo