O Alpino de beber

Postado em 13 de mai de 2010 / Por Marcus Vinicius

Estava passeando no supermercado procurando besteiras pra rechear o armário da cozinha (aliás, homens fazendo compras rendem um post, porque só compramos inutilidades e bobagens), quando encontrei uma garrafinha com o visual e a logomarca do Alpino. Meio caro pra um desses leites prontos, mas interessante.

Comprei, levei pra casa e fiquei maravilhado com o gosto. É diferente de um Toddynho ou Nescau Fast, mas lembra bastante o chocolate Alpino. Cheguei até a comentar no Twitter, e achei graça até, porque foi só mencionar o tal produto que recebi uma saraivada de comentários dizendo que eu fora enganado, que aquilo não era Alpino coisíssima nenhuma, que era golpe da Nestlé.

Me senti um um idiota completo depois dessa, mais ou menos como um fã do Marcos Mion, e resolvi pesquisar na internet o porque de ter sido enganado tão facilmente.

Procurei e descobri que fizeram a bebida usando produtos que dão sabor similar ao Alpino, alguns até usados na fabricação do chocolate em si, e que o fabricante inclusive avisava isso no rótulo.

Mas não foi o bastante, as pessoas queriam na verdade chocolate derretido dentro de uma garrafinha. Ninguém pensou na impossibilidade disso, como se fosse fácil manter um chocolate em estato líquido só esperando alguém resolver bebê-lo.

E a história tomou proporções surreais quando li na Folha que o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), o Ministério Público e o Procon entraram em cena para apurar a "enganação" que o consumidor estaria sofrendo.

Eu até admiro o interesse de tantos órgãos públicos no assunto, afinal, depois que prendemos o último dos corruptos, depois que executamos o último dos chefões do crime organizado, erradicamos o trabalho e a prostituição infantil, eliminamos as sobretaxas, abusos e práticas leoninas de concessionárias de serviços públicos e bancos, nossas instituições ficaram sem muitas funções e puderam então se dedicar a tarefas tão complexas quanto ser a "polícia do leite".

Mas ainda assim é um exagero. Tem que diga que achou o gosto ruim, nada a ver com o Alpino chocolate. Respeito e acredito nisso, mas eu gostei e o rápido sumiço das prateleiras sempre que o produto chega mostra que muita gente também gostou.

Chega a ser incrível que nessa altura do campeonato ainda seja preciso explicar para as pessoas que gosto é algo pessoal e cada um encara de forma diferente. Na minha opinião enganação é venderem suco de soja e dizerem que aquilo tem sabor de qualquer outra coisa que não seja uma meia suada ou a tal "ração humana", que até no nome mostra que gostar daquilo é coisa de animal.

Mas o assunto já virou polêmica e a discussão rendeu 354 comentários num blog que trouxe o assunto para a internet, o que me dá a certeza de que o Brasil jamais vai dar certo.

Você consegue reunir centenas de pessoas para ver um acidente, para ouvir as bobagens de um comediante stand up, pra discutir se o sabor do Alpino Fast é ou não uma enganação, mas não junta meia dúzia pra ir no Congresso dar uma surra num deputado ou senador daqueles.

E nessa levada qualquer um vai poder processar uma editora porque colocou a Geisy Arruda na capa de uma revista sobre Boa Forma ou então alguma revista de música se colocar uma banda de axé nas suas páginas centrais.

E note que quando fazem isso eles nem colocam um aviso do tipo "Nesta revista contém uma pessoa feita com todos os ingredientes de uma mulher gostosa, porém apenas similar" ou então "são instrumentos, são notas musicais, tem até um palco, mas é apenas algo similar à música".

Isso é mais enganação do que o Alpino Fast.

9 Comentários:

Gabriela postou 13 de maio de 2010 11:26

eheheh... Tá ótimo!! É isso mesmo.

Paulo Bono postou 13 de maio de 2010 11:30

Motta,
Concordo com tudo.
São um bando de idiotas.
Idiotas que se acham inteligentes, sagazes e críticos porque "sacaram" que não tem a porra do chocolate alpino na garrafinha. Mas não passam de idiotas.

abraço

Paula Palma Dias postou 13 de maio de 2010 11:40

Nossa, muito bom o texto. As comparações são muito inteligentes. Parabéns.
E discordo de muitas coisas do atual governo, discordo de ações de todos os partidos, inclusive do meu. Porém, acredito que o maior problema do Brasil é a população que não mostra interesse em assuntos ligados a qualidade de vida e políticas públicas, mas dão muita importância pra futilidades, pra notícias de fofocas e coisas do gênero.

Paula Palma Dias postou 13 de maio de 2010 11:46

O texto está muito bom, as comparações então, tri inteligentes. Acredito que o grande problema do Brasil não são os maus políticos, mas sim a população que não se interessa por assuntos como políticas públicas, desenvolvimento social e etc.É constrangedor ver as pessoas interessadas em fofocas de celebridades, futilidades, em vez de se interessar por assuntos que possam melhorar a cidade em que residem.
Não adianta dizer que político é tudo igual, que todos roubam, quand o os cidadãos preferem viver mergulhados na imbecilidade.

Laísa postou 13 de maio de 2010 12:29

Se quiser ir no congresso dar uma surra em alguém, vou com vc!
Acho um programa bem mais legal. haha

Laís postou 13 de maio de 2010 12:55

Ah é...também curti o Alpino Fast.

Silvio Araujo postou 13 de maio de 2010 13:30

Concordo com muitos de suas postagens, mas infelizmente esta aqui não. O grande sucesso do chocolate Alpino não dá direito ao fabricante de fazer um "líquido" qualquer, que nem chocolate é, e vender com aquela mesma embalagem, mesmo nome, sabendo que a concorrência tem produtos similares que são achocolatados mesmo (tipo Nescau). Acho que o povo deve se reunir sim para dar uma "surra" num deputado daqueles, como você disse, mas não é porque não fazem ou não tem coragem, que devem se calar quando um produto desses aparece. Não estou dizendo que o produto seja ruim, ou não deva ser comercializado, mas que seja CLARO que não é ACHOCOLATADO, muito menos ALPINO!!!

Jubarulho postou 13 de maio de 2010 14:58

Eu estou PASMA. Não acredito que as pessoas imaginaram que teria o Alpino líquido DE VERDADE.

Realmente esse povo não tem mais o que fazer. A verdade, mesmo, é que essa gente gosta de reclamar. É a mesma pessoa que vc vê dando barraco na C&A pq o sistema está fora do ar, gritando no consultório pq o Dr. Fulano perdeu a mãe naquele dia e não pôde ir, rodando a baiana no supermercado pq o cartão não está passando, sabe?

E é a mesma pessoa que fica criticando o governo, mas que, se bobear, nem vota! Quem dirá ir ao Congresso...

Sabe aquela frase que tem em todos os remédios: "Leia a Bula"? Então, caso queira saber o que está consumindo, "Leia o rótulo"!

Ah! E caso dê de cara com o Ades de Frapê de Coco, não pense que lá dentro tem leite de soja batido com frapê de coco da vovó não, tá? É só SA-BO-RI-ZA-DO.

Parabéns pelo texto, principalmente pelas comparações finais! Ri alto!

Isabel postou 14 de maio de 2010 07:19

Só não concordo com a parte do suco de soja que tem gosto de meia suada, hehehe.
Bjs

 
Template Contra a Correnteza ® - Design por Vitor Leite Camilo