7 situações em que idiotas são protegidos deles mesmos

Postado em 25 de jan de 2010 / Por Marcus Vinicius

Já escrevi uma vez sobre leis que seriam inúteis num mundo ideal, disse eu nesse post que achava que certas leis, como a que proíbe fumo em locais fechados, seriam totalmente desnecessárias caso as pessoas tivessem um mínimo de bom senso.

Porque todos sabem que cigarro mata, que traz um sem número de doenças e que o fumante passivo é tão prejudicado quanto. Sendo assim, porque diabos uma pessoa resolve fazer a opção voluntária de aspirar fumaça tóxica diretamente de um bastonete de nicotina?
Mas até aí problema dela, não sou um desses anti-fumantes militantes, antes de tudo porque acho que todo militante é um chato, mas quiestiono um pouco a lógica do fumante inveterado.

Adiante...

Como nem só de cigarros vive a estupidez humana, encontrei outros 5 hábitos que são totalmente normais, nocivos a quem os pratica e, curiosamente, todos desencorajados pela lei.
Costumo dizer que é como se alguém precisasse de uma lei que dissesse "todo e qualquer cidadão está proibido de comer bosta em qualquer das refeições do dia".
Vamos aos exemplos:

Faixa de pedestres









Pela foto podemos perceber como é muito mais fácil atravessar no meio de um monte de carros, com motoristas de ônibus acelerando para nos apressar e o risco de ser abalroado por um motoboy do que numa faixa de pedestres, que, adivinha, foi feita pra se atravessar ali.

Passarelas












Porque viver a vida entediante das pessoas que não correm o risco de morte imediata embaixo de uma carreta? Você não é a Gisele Bündchen, não é verdade? Vai andar em passarela pra que?

Cinto de Segurança













Ainda que você tenha um barrigão como o do rapaz apolíneo aí da foto, acredite: ela não servirá como airbag no momento de uma colisão. Sei que cinto de segurança incomoda, que você fica parecendo com um torcedor do Vasco ou da Ponte Preta enquanto está no carro, mas acredite, é menos incomodo do que uma prótese dentária total.

Bronzeamento artificial










Uma verdadeira batalha jurídica está acontecendo entre as clínicas que oferecem bronzeamento artificial e aqueles que acreditam que a prática de fazer churrasco humano não é muito saudável. Já houveram casos de pessoas com 98% do corpo queimado numa dessas máquinas mal reguladas ou operadas por algum cabeça de cabaça, mas ainda assim existe quem recorra a isto e, pior, pague caro para passar algumas horas do dia neste forno de microondas.

Lei anti-fumo























Você fuma, o direito e o pulmão são seus, não é verdade? Ninguém tem nada a ver com isso e você compra cigarros com seu dinheiro. Parabéns, eu e mais um monte de gente que também não fuma preferimos gastar o nosso com outras coisas e dentre estas não está um caríssimo tratamento de saúde por causa de doenças relacionadas ao fumo passivo, então, se você quiser colocar a boca num cano de descarga de carreta, fique à vontade, só não peça o meu nariz emprestado para te ajudar na tarefa.

Ciclovias e ciclofaixas












Um automóvel pela mais ou menos 1 tonelada, um ônibus ou caminhão pesa muito mais do que isso. Agora faça as contas: uma bicicleta pesa em torno de 10 quilos e você, por mais "fortinho" que seja, terá em média uns 80 quilos. Adivinha quem levará a pior numa eventual porrada entre você, sua bicicleta e um outro veículo qualquer. Acredite: inventaram ciclovia por algum motivo.

Beber e dirigir












Sei que a intenção dessas blitzes da Lei Seca é pecuniária e eleitoreira. Governantes no Brasil cagam e andam para a saúde e o bem estar da população, portanto não se iluda: eles não ligam pra você. Caso contrário não exigiriam também comprovante de pagamento do IPVA, mesmo você estando sóbrio. Mas se nem as fotos de pessoas que foram mortas ou acabaram mal por causa da mistura bebida e direção te convencem, pelo menos pense que você poderá sair ileso, mas seu carro todo destruído e com uma multa caríssima para pagar. Como dizem que a parte do corpo que mais dói é o bolso e, se você bebe e dirige, seu cérebro não tem lá muita utilidade, faça isso: preserve seu bolso. O resto das pessoas e do seu corpo agradecem.

É isso aí, a este post se juntará um outro que farei em breve com lei que deveriam surgir para proteger as pessoas de fazer outras idiotices e que, sabe lá porque, ainda não foram inventadas.

Até lá!

7 Comentários:

Solange postou 25 de janeiro de 2010 10:53

Idiotas...uma vez o sendo,dificilmente deixará de ser.Pois ele acredita realmente que não tem problema nenhum no que faz.Meu marido diz que sou chata.Mas se em ruas de grande movimento,já nos atropelam na faixa se não estivermos ligados,imagine fora dela.E olhe que já fui quase atropelado por um carro na contra mão.Imagine se fico ligada?
Moro num beco,onde a saida dela não mede mais que3 metroa.de um lado muro alto,no outro muro baixo.Tem motoqueiros que passam ali a 60,80 km/h.Um dia infelizmente um vai cair,e vou lá,primeiro falar um monte(chamar de idiota),depois se der chamo os bombeiros.

Danilo B. postou 25 de janeiro de 2010 11:07

Fumaça passiva de carros mata muito mais que fumaça passiva de cigarro. Só na região metropolitana de SP, 20 pessoas morrem por dia por causa da poluição causada por carros, contra 7 que morrem por dia no Brasil por causa da fumaça passiva do cigarro. Que tal proibirmos todos os carros do Brasil?

Sou completamente contra a lei antifumo pq ela não dá liberdade de escolha. Não posso, por exemplo, fumar dentro da minha empresa, nem em fumódromos, nem num andar onde só trabalha eu. Não posso, por exemplo, ter a opção de botar uma placa no MEU BAR dizendo: "Aqui se fuma à vontade. Se vc não fuma, vá a outro bar". Por isso sou contra a lei antifumo, pq ela não dá opções. É uma lei digna de país comunista!

Daqui uns dias vão proibir de beber em bares e restaurantes também, com a desculpa de que ninguém respeita a lei seca.

Isabel postou 25 de janeiro de 2010 11:34

Ótimas citações de hábitos estúpidos! Esse de atravessar fora da passarela, se o cara morre atropelado, nem acontece nada com o motorista, pois é considerado suicídio. O problema é que o idiota, além de morrer, ainda amassa o carro do sujeiro que não tem nada com isso e ainda pode causar um acidente e ferir outras pessoas. É a mesma questão do cara que bebe e dirige: se enchesse a cara e batesse num muro (sem danificar o muro, pois o proprietário não tem nada com isso), azar o dele! O problema é quando a imprudência dele fere e até mata outras pessoas. Se não quer preservar a própria vida, pelo menos não coloque em perigo a dos outros!
Bjs

jecspawn postou 25 de janeiro de 2010 11:53

Excelente o seu post, infelizmente povo reclama, reclama, mas quando o Estado revolve ajuda-los, fica claro que não querem ser ajudados, preferem só ficar reclamando.

Suely postou 25 de janeiro de 2010 12:01

Um dia desses apareceu um cara dando uma entrevista, dizendo que bronzeamento artificial é que nem cigarro: todo mundo sabe que faz mal à saúde, mas que se não há lei que proíba fumar não deve haver lei que proíba o bronzeamento artificial.
Ou seja: cada um que amarre o próprio burro à sua vontade.
E burro, no caso, é a palavra correta.
Pelo menos o bronzeamento artificial é uma burrice que só afeta quem opta por ele...

Bruno postou 25 de janeiro de 2010 15:55

Essa é a minha verdade! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAhahahahahahahahahaha Muito bom este post!!! Tive que divulgar. hahaha ainda estou rindo do "->passarela ->idiota" hahahahaha Valeu, Marcos!

Kilber Aurelio postou 25 de janeiro de 2010 17:00

Fato é que o ser humano como animal que é , prefere o comodismo de pensar apenas no presente ao pensar em um futuro , dessa forma comente idiotices dessas citadas acima de atravessar fora da faixa ,andar fora da ciclovia dentre outras meramente por estar preocupado com o agora e desprezar a si próprio para conseguir um bem estar imediato não acredito que isso mude no entanto ...
Parabens pela postagem ...

 
Template Contra a Correnteza ® - Design por Vitor Leite Camilo