Quem mexeu no meu pudim? (Ou "cadê a sobremesa? O Gato comeu!")

Postado em 14 de jan de 2010 / Por Marcus Vinicius

Outro dia estava voltando pra casa sonhando com um pedaço de torta de chocolate que tinha guardado pra comer depois. Passei o caminho todo desejando aquela fatia espremida dentro de um Tupperware, mas quando cheguei já preparando meu bote de sucuri pra cima dela, descobri que estava azeda.

Sabe aquela sensação de adolescente que está bolinando a namorada crente que finalmente vai "faturar" e aí a mãe da menina telefona dando o maior esporro e mandando ela voltar correndo pra casa?

Pois é, a fatia de torta também me deixou na mão.

Depois que a raiva passou achei a experiência até engraçada e comentei no Twitter, lembrando daquelas situações em que você chega em casa depois de sonhar com um pedaço de pudim o dia todo e quando finalmente chega descobre que alguém foi lá e comeu sua namorada, quer dizer, sua fatia de pudim antes de você.

Teve gente dizendo que dá vontade até de quebrar tudo em casa. Outros disseram que tratam o problema tal qual calouro de universidade, que no período seguinte devolve os trotes que recebeu nos alunos novos que chegam depois dele, e come a sobremesa de uma terceira pessoa, iniciando assim uma espécie de cadeia do coito interrompido alimentar.

Confesso que também fico irado quando isso acontece, é como pedir dinheiro emprestado e não pagar, falar mal do seu time de futebol, enviar emails com arquivos Power Point, dar unfollow no Twitter, ficar enviando convites pra trocentas redes sociais com nomes esquisitos como "Badoo", se embebedar e ficar repetindo que "amo vozxê, vozxê é o melhorrr amigoz dzu mundzu", só que tudo isso a gente acaba perdoando um dia, mas comer aquele último pedaço/pote/porção de sobremesa que guardamos pra saborear depois é crime sem perdão, não tem jeito.

Meu único consolo (e vingança silenciosa) é que a pessoa ingere todas as calorias da dita-cuja por nós e nesse caso eu desejo que o valor calórico da iguaria seja um misto de panela de brigadeiro com panetone recheado de sorvete, que é pro fdp achar todos os quilos que eu perdi deixando de comê-la.

Esse post faz parte do sorteio que estou realizando. Faça seu comentário e concorra a um calendário 2010. :)

19 Comentários:

Franzinha postou 14 de janeiro de 2010 02:54

Realmente é incalculavel a irritaçao que se sente quando isso acontece...belo post =D

Scarlett Neves postou 14 de janeiro de 2010 03:36

Realmente no momento em que descobrimos que "alguém comeu nossa torta tão desejada", dá uma sensação de ira terrível. Quando algo do tipo acontece comigo eu no momento fico num mau humor, e quero descobrir quem foi que "comeu a torta". Mas se antigamente não era, hoje essa sensação é efêmera. Acredito que temos que ter auto-controle. A "irritação" não trará a torta de volta.

Enfim, confesso que fico muito irritada ao receber e/ou enviar emails com "arquivos Power Point". Haja paciência para ver aquilo, mas tudo bem.

Gostei da "vingança silenciosa", pois ela não é prejudicial ao outro e beneficia os seus desejos de ira.. rs

Abraços,

Scarlett Neves

Tia Súh postou 14 de janeiro de 2010 04:34

Nossa, isso irrita demais.

É o cúmulo do desrespeito ao próximo comer aquela última fatia de sobremesa que você tanto guardou para saborear mais tarde, sozinho, depois de todo mundo, e alguém comê-la. No mesmo momento, encarno minha mãe e digo: "espero que tenha dor-de-barriga!", e olha que falar isso extravasa qualquer sentimento de raiva em mim.

Considero pior do que isso quando você está prestes a colocar um pedaço na boca, e aparece alguém com cara de cachorro molhado pedindo: "me dá um pedaço?". E alguém sempre faz isso, a não ser que você esteja sozinho em casa.

Muito bom o blog, textos ótimos.

Beijos.

Ro sallum postou 14 de janeiro de 2010 04:57

Meu dia de sorte deixei de engordar 1 kilo pelo menos kkkkk

Isabel postou 14 de janeiro de 2010 05:06

Dose também é vc estar saboreando uma comida deliciosa num restaurante, e quando vc percebe tem um monte de mendigos olhando pra vc pela janela com aquela cara de fome. O apetite vai embora na mesma hora, rss.

E-mail pro sorteio do calendário: isabelfreire@zipmail.com.br

Milady postou 14 de janeiro de 2010 05:25

E quando foi aquele brigadeiro que você deicou só pra fazer aquela casquinha que deixa ele ainda mais delicioso? hmmmm... raiva!!!! A sensação de frustração é muito ruim!!!
Ainda bem que agora moro só com meu filhote de cinco anos... rsrsrs Mas sei que em breve estarei sujeita a essas experiências novamente! :-)
Pelo menos saberei a quem culpar!!!

Diego postou 14 de janeiro de 2010 05:29

hahahaha...
Já aconteceu várias vezes....vc foi a torta, e eu que perdi um melão inteiro!!! @dii_gomes

Solange Baumer postou 14 de janeiro de 2010 05:31

Aqui em casa quem tinha esse péssimo hábito era meu marido.Tinha,não porque morreu de tanto apanhar,mas porque resolvi pôr um fim a gulodice dele dando a cada um a parte que lhe cabe e ponto final.Já somos em 6,então uma torta bem cortada dá 2 pedaços pra cada um.A menos que o outro não queira 2 pedaços.Mas já passei muito por isso.E quando o cidadão ainda não comete a sacanagem de deixar o prato (pote)vazio na geladeira.Aì é pra acabar mesmo!

Beijos mil...

Raiana Reis postou 14 de janeiro de 2010 07:37

Uma das melhores formas de se tirar alguém do sério é contrariar as vontades. Nossa, por vezes já vou pra casa com aquele medo da geladeira vazia.
Pois é, não há anjinho que se salve nesse momento, mas também é algo que podemos (depois claro) levar a reflexão para tudo que acabamos 'perdendo' pelo caminho. Quem sabe o outro não merecia mais o nosso pedaço? rs (espero ainda encontrar meu pavê de maracujá daqui a pouco)

Abraços, Raiana
Rayos de Luna
Tocou

FLAVIANA postou 14 de janeiro de 2010 08:38

Putz....se eu descobrir quem comeu...eu arrebentooo....dá uma puta raiva.....Concordo plenamente em jogar uma bela praga....parabéns !!! Adorei o Post..

Kátia postou 14 de janeiro de 2010 10:53

Isso já aconteceu comigo...nossa, nem gosto de lembrar...fiquei tremendo de raiva e torci pra quem comeu ter uma baita dor de barriga...kkkkk
Mto bom este post...:)

Maiara Raquel postou 14 de janeiro de 2010 11:04

hahahahaha, ótimo post. me lembrei agora de situações semelhantes e cheguei a sentir a mesma raiva, hahaha! Post mara :)

Suely postou 14 de janeiro de 2010 11:39

Caraca, comentei esse post logo cedo e meu comentário sumiu... Será que alguém comeu ele???

Eu fico irada quando alguém rouba a minha oportunidade de traçar o último pedaço/gole, mas confesso que nunca tinha pensado que o autor da arte fica com as calorias que seriam minhas. Mas o que eu quero mesmo é que as calorias que o ladrão de guloseimas consumiu sejam multiplicadas por 1.000. Aí, sim, a vingança fica completa!!!

Surreal postou 14 de janeiro de 2010 12:01

Nossa, o sem comentários sobre isso, cara da vontade de estuprar, cortar a garganta, dar um balaço de bastão retrátil, mais de boa levo isso meio sem noção da sobrevivência humana!

Lucas postou 14 de janeiro de 2010 12:04

Rsrsrs. Muito boa! Isso já aconteceu com td mundo um dia! O melhor é esconder bem o 'tesouro' ou então comer logo! :P Isso é muito chato! Post muito legal! Até mais!

Carla postou 14 de janeiro de 2010 13:00

É quase uma traição mesmo...A gente põe expectativas e na hora H nossos planos vão por água abaixo...Dá vontade de sair gritando até alguém sentir piedade e dar um pedaço maior e mais bonito pra você.

Pousada e Restaurante Talismã postou 14 de janeiro de 2010 14:08

Tá bom, eu confesso.

Sou eu o devorador de tortas e pudins, tão desejados, mas tem um motivo.
Minha esposa vive dizendo que meu metabolismo é tão acelerado, que perco peso até piscando, de tanto ela repetir isso, ao mesmo tempo que lamenta o seu metabolismo mais lento que uma tartaruga paraplégica, acabei acreditando.
Logo, pra preservar ela dos quilos indesejáveis, visito furtivamente a geladeira periodicamente, para, no fundinho, escondido atrás daquele pé de acelga, descobrir a torta de chocolate, estratégicamente guardada, para ela.
Me desculpe, Marcia.

merry postou 14 de janeiro de 2010 14:23

Quem nunca passou por isso? Comigo vire-mexe alguém comeu minha sobremesa, mas quando estou enlouquecida como qualquer coisa doce, chego a pegar uma bananinha assar com açúcar e pronto!, mais uma criança feliz!!!!

mvsmotta postou 14 de janeiro de 2010 16:34

Pousada,

Hahahahahahahahahahahahahahaha você é f*, meu amigo!

Ri MUITO aqui.

Abração, mano!

MV

 
Template Contra a Correnteza ® - Design por Vitor Leite Camilo