Reescrevendo a história

Postado em 17 de jul de 2010 / Por Marcus Vinicius

Você esteve presente em algum evento histórico? Trocaria esse privilégio para ter uns 20 anos de idade a menos hoje? Esqueça. Talvez o que você tenha visto não existiu, talvez você nem tenha estado ali. Vai depender do interesse atual da turma das "esquerdas progressistas".

Em certas ocasiões, "reescrever a história" é bom. Quando se subverte o destino miserável de um povo em algo virtuoso é um belo exemplo. Mas infelizmente não é essa a norma. Quando um partido político com vocações anti-democráticas chega ao poder, ele tenta reescrever esta história apagando o que não lhe é conveniente dos livros e, se possível, até da memória das pessoas.

Por exemplo, é isso o que Lula faz há quase 8 anos com o seu "Nunca antes na história destepaiz". Ele nega cada conquista, cada avanço, cada coisa boa -ainda que insuficiente - que foi feita no decorrer da história. Apodera-se de programas iniciados no governo de Fernando Henrique - como o Bolsa Escola, Vale Gás, Bolsa Alimentação - amplia seu alcance, coloca todos sob o guarda-chuva do Bolsa Família e passa a dizer que tudo aquilo é criação sua.

Ao fazer isso, ele atenta não só contra a nossa inteligência, mas contra a história. Mistifica, distorce as verdades e cria - de maneira semelhante a qualquer outro ditadorzinho de meia pataca - uma releitura do passado que o glorifique. Não é a toa que vive por aí se apresentando como se fosse alguma divindade.

Basta procurar: qualquer regime autoritário, confesso ou não, trata logo de apagar seus adversários do mapa. Os petistas ainda não chegaram ao cúmulo de derrubar estátuas, remover placas de bronze ou mudar nomes de rua, mas se pudesem...e até quando será que não poderão?

Como já disse outras vezes, o PT - em seu imenso egoísmo histórico, em seu hábito de colocar sempre o partido na frente da nação - apresentou como candidata ao posto de sucessora de Lula a pessoa mais despreparada, não testada e inapta a ser presidente da república de que se tem notícia.

E para criar em torno da tal candidata uma história que ela não possui, conhecimentos que ela não possui e aptidões que nunca teve, o PT põe sua fábrica de mentiras em funcionamento e trata de reescrever a história.

Ela participou de grupos terroristas que mataram até civis durante o regime militar? Na leitura deles ela foi uma "corajosa guerreira" que "lutava pela democracia" - esqueça aqui que a democracia que pessoas como ela queriam era semelhante às que existem em Cuba e no falecido Bloco Soviético - e os exilados eram "covardes", que fugiram da luta.

Ela nunca administrou nada na vida? Inventam que ela foi "gerente do PAC", aquele plano de obras que não saiu nem 10% do papel e só existe em computação gráfica e maquetes.

Ela não sabe a diferença entre a Candelária e a Cinelândia? Já que falou que o comício das "Diretas Já" aconteceu na Cinelândia, quando na verdade foi na Candelária? Não tem problema, os petistas dizem que antes houve uma "passeata" saindo da Cinelândia e transferem o evento histórico de lugar com dois sofismas, três gritos e umas mil repetições, como convém a qualquer mentira que queira passar no vestibular para verdade.

Mestre pela UNICAMP? Mentira. Presa por crime de opinião? Mentira. Não participou da luta armada? Mentira. Não mandou espionarem Ruth Cardoso? Mentira. Nenhum dossiê ou tentativa de arapongagem saiu de seu comitê eleitoral? Mentira.

Mentira, mentira, mentira.

E assim este partido que aparelha o estado e se une à nova elite pelega vai contando mentira atrás de mentira, na sua tentativa de reescrever a história, enganar o eleitor e jogar o país neste salto no escuro.

Cabe a você, que vai às urnas em Outubro, decidir se quer pular nesse abismo e, principalmente, se é com essa gente que deseja estar abraçado.

6 Comentários:

Mille postou 17 de julho de 2010 12:27

Concordo com o que foi dito. O Lula se considera o maior presidente da história, o que mais fez pelo povo, mas onde estão todas essas melhorias? A escolha da Dilma como candidata é muito viável ao Lula, ela vai ser como a rainha da Inglaterra, que governa mas não manda. Se a Dilma ganha, teremos o 3° mandato que o Lula tanto quer, mesmo que indireto.

Kilson postou 17 de julho de 2010 13:03

Eu concordo plenamente com vc e digo mais, o governo do Presidente Lula, só não foi pior, porque ele, como bom político, não cumpriu o que disse que iria fazer e limitou a copiar os programas de governo do FHC (graças a Deus).
O interessante, que no mundo todo,em todos os tempos, quem ganha uma guerra, conta a história, mas como o Brasil é o país do contraditório, quem conta a história são pessoas como Lula e Dilma(fazer o que?) No mais aproveito para parabenizá-lo pelo brilhante texto e por essa visão, que deveria ser divulgada pelo nosso Brasil. Abraços

Anna Clara Lima postou 17 de julho de 2010 14:28

Uno-me contigo.Sua linha de raciocício como sempre lógica e centrada.
Um texto de execelente qualidade.Acho lamentável ainda ter pessoas que preferem esconder-se sob a cortina da ilusão e assim, negar-se a ver esta triste realidade..."Brasil,mostra tua cara!..."
Pena a "massa" não ter acesso a esta informação tão bem explanada por ti. Cada vez que entro na CORRENTEZA,fico orgulhosa em ver jovens antenados e que contribuem com nosso país de forma corajosa,como você.
Bjks!
Sempre,
Anna Clara Lima

Rafael postou 17 de julho de 2010 14:30

Muito bom o texto.
Gostaria de ver sua opnião sobre o Serra..

Tuka Siqueira postou 17 de julho de 2010 16:20

O mais absurdo dessa gente, é que além de negar as incursões pelo crime da candidata à presidência, negam a própria luta do partido. Depois de anos dizendo lutar pela democracia, descobriu-se que desconhecem o verdadeiro sentido desta palavra. Trouxeram de volta a censura, inimiga mais mortal da democracia.

André Luís postou 17 de julho de 2010 19:07

Estava na cara que estes caras do PT utilizariam alguma antiga cartilha, deturpada e rasteira de ideias, mas inflamada no método. Eu não acredito que vamos nos livrar assim tão fácil desta replicante, o pão e o circo estão em todo lugar! E o pior, será re-eleita.

 
Template Contra a Correnteza ® - Design por Vitor Leite Camilo