As listas de final de ano

Postado em 17 de dez de 2009 / Por Marcus Vinicius

Nós, seres humanos, somos fanáticos por listas. Adoramos classificar tudo e todos e criar assim divisões das sub-divisões das sub-sub-divisões.

Seja para enaltecer determinadas coisas, seja para depreciar outras, seja simplesmente para tentar de alguma forma parar o tempo e resgatar o que vimos e o que vivemos, estamos sempre por aí "rankeando" tudo, tal qual uma grande parte dos blogueiros adoram fazer todo o tempo.

E aí quando chega Dezembro a história é a mesma: os jornais, TVs e revistas viram a blogosfera e começam a fazer lista dos 10 isso, dos 20 aquilo, escolher os mais "importantes, bonitos, famosos, influentes(eles não usam o 'relevante')" do ano que está por terminar.

Nós que vivemos um final de século então pudemos assistir a uma versão-Itu desta prática na virada do XX para o XXI.

Só que eu não acredito nestas listas como parâmetro considerável, porque acho que qualquer coisa que não seja medida por uma competição direta torna-se subjetivo e, sendo assim, cada habitante do mundo tem direito de ter a sua e esta será tão válida quanto a do Barack Obama, por exemplo.

Vão falar da "relevância" de quem elabora a lista mas, sinceramente, eu não dou um tostão furado pra quem diga que a Ivete Sangalo foi a "tuiteira do ano", por exemplo, nem que esta pessoa seja o Papa.

Outra curiosidade é que a mesma "personalidade" pode figurar em várias listas diferentes, como o casalzinho Madonna e Jesus Luz. Esses dois podem entrar no topo de qualquer lista que vá de "10 casais formados por modelo-aspirante-a-qualquer-coisa e coroa desgovernada" até "malas do ano", passando por "Celebridades do apagão", "fechadores de restaurantes" e "10 mais das revistas de fofoca".

Outro que pode entrar num monte de listas é o Rodrigo Santoro. Seja na de "10 imãs de mulher" até a dos"5 atores latinos com pinta de guerrilheiro que fazem imperadores persas com pinta de gay".

Existem outras que me fazem admirar (ou não) quem as elabora, como uma lista das "Melhores bandas de axé" ou "Melhor participante de reality show", simplesmente porque é uma arte escolher os "melhores" em áreas aonde só existem piores.

Mas existem outras listas que, para mim, são incontestáveis, como por exemplo uma em que o iPod ocupe o posto de uma das "invenções do século" e outra que traga a Kate Perry na categoria das "Mulheres que deveriam ter nascido como bombons".

Já nosso país precisaria de um caderno completo, edição especial, em qualquer jornal caso desejasse listar os "Escândalos de corrupção do ano".

O fato é que essas listas ocupam espaços enormes em toda a "mídia", elegendo jogadores de futebol, atores e atrizes, cantores, bandas de rock, o artista EMO-cinha do ano, eventos marcantes e notícias que abalaram a sociedade, revivendo assim tudo o que se passou, relembrando coisas boas e ruins.

Só acho que essas listas perdem em popularidade para outras que são feitas geralmente entre o Natal e o Reveillon, que são as eternas "listas do que farei no Ano-Novo" e que ficam pelo caminho mais ou menos na hora de elaborar as "listas de lugares para ir no Carnaval".

E você? Tem alguma lista para me contar?

4 Comentários:

Mulherzinhas postou 17 de dezembro de 2009 10:47

Realmente gostamos de listas, tanto gostamos que nem prestamos mais atenção qod estamos 'classificando'...Por exemmplo, vc está na minha lista dos mais interessantes do twitter...kkkkkkkkk

Solange Baumer postou 17 de dezembro de 2009 13:33

Pois é...repetindo a lindinha aí de cima,tenho minhas listas.A chamada "Palavras Certas" do twitter,na qual vc é o n.1,a lista de amigas fiéis,que se resume a 4 (kkk)deveria ser um ticket.E a lista do mercado de todo mês,que não vivo sem.Sem essa de começar dieta (que nem preciso),ou ser + boazinha(?).Gosto de viver a dor e a delícia de cada dia.Sem muitos planos.

Alexandre Lucas postou 17 de dezembro de 2009 17:26

Este fim de ano já me tirou o bom humor.

Isabel postou 18 de dezembro de 2009 08:17

Eu faço lista pra tudo, mas não pra fazer classificações, mas sim pra não esquecer mesmo. Você sabe que eu, como a Dori, esqueço tudo, rsss.
Beijos

 
Template Contra a Correnteza ® - Design por Vitor Leite Camilo